terça-feira, 30 de Novembro de 2010

Varizes

As varizes ou veias distendidas e tortuosas nas pernas aparecem com frequência nas pessoas de idade, em especial nas mulheres. São um sinal de um problema de circulação do sangue.
Dá-se o nome de varizes aos vasos sanguíneos que aparecem mais salientes e derrames aos menos salientes. Mas são todas veias que perderam a sua função e cujo sangue se encontra estagnado originando a sua dilatação. Os derrames e as varizes são manifestações diferentes da insuficiência venosa superficial. O sangue que circula nas veias é diferente do das artérias, fá-lo contra a força da gravidade, e por esse motivo as veias possuem umas válvulas que se abrem e fecham para impedir que o sangue circule contra a corrente e volte a cair para a parte inferior do corpo. Quando as válvulas deixam de funcionar bem aparecem as varizes.

Surgem pela permanência em pé durante longos períodos de tempo, na gravidez ou em famílias com predisposição para o enfraquecimento das paredes das veias.

Na gravidez as veias varicosas requerem uma atenção especial devido ao perigo de Flebite.
A Flebite é uma inflamação de uma veia, quase sempre surge associada a uma Trombose, ou seja a presença de um coágulo sanguíneo numa veia. É frequente nas pernas e com maior incidência nas pessoas com excesso de peso e com problemas circulatórios.
A Flebite provoca vermelhidão e dor na área localizada em torno da veia atingida. Nos casos graves pode haver febre e perigo de Gangrena. No tratamento da flebite poderão ser prescritos antibióticos, anticoagulantes e repouso na cama. Nos casos ligeiros podem curar-se espontâneamente num curto espaço de tempo.

As varizes podem provocar uma sensação de mal-estar, prurido ou peso nas pernas, ou mesmo tornar-se muito dolorosas. Se não forem tratadas, podem causar uma inflamação da pele, que, por sua vez, pode dar origem a úlceras ou outras complicações.

Nos casos mais graves, está indicado o tratamento cirúrgico, que pode consistir na remoção completa da veia mais atingida e na laqueação das veias secundárias. Após a operação, o sangue circula de retorno ao coração através de outras veias.

Nos casos menos graves, alguns médicos aconselham a injecção de substância química esclerosante nas veias afectadas. A circulação faz-se então através de outras veias.

Nos casos ligeiros, deve evitar-se a permanência de pé durante longos períodos de tempo e descansar com frequência, mantendo as pernas ligeiramente elevadas. O uso de meias elásticas evita a intumescência das veias. É aconselhável uma dieta alimentar, andar a pé, pois a marcha estimula a circulação nas pernas.

Quando a dificuldade circulatória se localiza nas veias hemorroidárias, podem surgir varizes nessa região, denominadas hemorróidas.
As hemorróidas é um termo médico para designar uma variz ou varizes na região do ânus na abertura terminal do recto. São provocadas por uma pressão na região anal derivada de prisão de ventre e o uso excessivo ou habitual de laxativos.

Espero ter contribuído para um melhor esclarecimento de Varizes e seu tratamento. Por favor deixe o seu comentário.

2 comentários:

Anónimo disse...

As varizes são tão incomodas.
Como não ligamos à prevenção, só nos resta suportá-las.

GC disse...

É verdade, não ligamos e temos problemas.
Obrigado pela sua visita.